Aluno de graduação em Eng. Metalúrgica da UFC ganha prêmio de inovação da ABM

26 de outubro de 2015

Implementado com sucesso na CSN Aços Longos, o projeto ‘Desenvolvimento do processo de tratamento térmico ao ar forçado do vergalhão CA50 em rolo via Stelmor’ conquistou o Prêmio Inovação ABM, na categoria ‘Estudante’, entregue na última de terça-feira (14), em São Paulo. O responsável pelo trabalho, que levou para casa um computador MacBook e um troféu em aço e minério alusivo aos 70 anos da ABM, completados no último dia 10, é José Raphael Olegário, aluno do 9° semestre de Engenharia Metalúrgica, da Universidade Federal do Ceará – (UFC).

“Ser reconhecido nacionalmente, ainda como estudante, é muito gratificante. Estou extremamente feliz e pretendo dedicar-me a novos projetos com o professor Jeferson Leandro Klug”, revelou o premiado. O professor Jeferson é o vice-diretor da Regional da ABM no Ceará e professor de Siderurgia do Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais da UFC.

José Raphael explica que os vergalhões CA50 bitolas finas em rolos produzidos via Stelmor na CSN Aços Longos são os produtos de maior demanda no mercado, porém apresentavam heterogeneidades nas propriedades mecânicas devido a parâmetros e características do próprio processo, gerando sucata. “O objetivo do meu projeto foi diminuir e apresentar as causas dessa heterogeneidade, a fim de reduzir as perdas devido ao não cumprimento à norma NBR 7480”, afirma.

O trabalho, que também foi premiado na época pela CSN, resultou na redução de diferença de temperatura entre as zonas (de 200ºC para 100ºC) e de variação das propriedades mecânicas entre elas, além de diminuir a reprovação do produto junto à equipe da qualidade.

Trouxe, ainda, maior homogeneidade e qualidade do produto e maior controle e conhecimento do processo ganho de qualidade do produto, atendendo à norma NBR 7480.

Mais premiados
O Prêmio Inovação ABM contou com o patrocínio da Aperam, ArcelorMittal, CBMM, CSN e Volkswagen do Brasil. O vencedor na categoria ‘Profissional’ foi o engenheiro José Britti Bacalhau, que ganhou um carro Up!, da Volks, com o trabalho ‘Aço para moldes plásticos de alto desempenho: inovando para o aumento da competitividade da cadeia produtiva’.

Em segundo lugar, classificou-se o trabalho ‘Máquina de soldagem de dutos por fricção com anel intermediário’, de Telmo Roberto Strohaecker, professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O projeto foi desenvolvido em parceria com a Petrobras.

Em terceiro lugar, ficou o trabalho ‘Simulação da degradação mecânica de pelotas de minério de ferro durante o manuseio e transporte’, de Luis Marcelo Marques Tavares, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). A contribuição técnica foi aplicada com sucesso na Samarco Mineração.

Fonte:
http://www.abmbrasil.com.br/news/materias/5841-estudante-do-ceara-ganha-premio-inovacao-abm/

ft_20140903_abm